quarta-feira, 22 de julho de 2009

Modele o seu corpo sem academia

Antes de mais nada, eu gostaria de dizer que os croquis que desenhei estão horriveis e que tempo está sendo um problema, então, perdão pela coisa mau feita, mas espero realmente que ajude.

Hoje em dia, a nossa mente é realmente manipulada pela mídia, e é raro encontrar um ser vivente que não deseje aquele corpo escultural.
Quando mais ficamos pilhadas por essas coisas, é quando vamos ao shopping, fazer compras, a fim de nos divertir e acabamos voltando para casa mau humoradas, pois nada ficou bom, as roupas nos deixam gordas, ou evidenciam nossos piores defeitos.
Acontece, que não precisamos de academia nenhuma para nos sentirmos bem com aquilo que temos; as roupas que usamos, se escolhidas com cuidado, ajudam e muito, na hora de mostrar o que tem de ser mostrado e esconder o que tem de ser escondido.
As gordinhas, por exemplo, podem esquecer dietas malucas (isso não é brincadeira, invista apenas em dietas saudáveis, com acompanhamento de nutricionista; nada de dieta das sete luas ou o que seja).
Alguns truques para vocês:
Listras verticais alongam a silhueta, bem como a monocromia (com ela, o olho de quem te vê, contemplará um conjunto, e não partes separadas de um todo, evitando interrupções ou focos diretos em determinadas partes do corpo); Se o problema for o pescoço curto, decote em V; invista em saias lápis e caso sua perna seja muito mais fina do que o tronco e o busto, use calças de corte reto.
Na imagem, vemos: monocromia, listras, saia lápis e um truque legal: a sobreposição com um casaquinho que dá foco na blusa, que, destacada, tanto pelas listras quanto pelo casaquinho, irá emagrecer, já que toda a sua extensão não aparece, escondida pelas laterais da 3ª peça.
Evite: Babados, vestidos ou saias muito rodadas, volumes em geral, estampas grandes (essas devem vir de acordo com cada corpo, no caso das gordinhas, estampas muito grandes aumentam ainda mais a silhueta) ou de bolinha.
Outro ‘defeito’ que incomoda muita gente é a falta de cintura.
Nesse caso, vale investir em volumes no busto e quadril, que equilibrem a silhueta.
Desenhos curvos ou, que simulem a direção da cintura, o ideal é que as linhas não se juntem, mas simulem mesmo o desenho da cintura e a atenção esteja só no meio, enganando o olho da pessoa.
Mais uma vez, vale a regra de mostrar o que lhe é conveniente; decote, pernas, colo, contando que esteja tudo em cima e cuidado com o vulgar: nada de vestido muito curto + decotão, modere.

Amanhã, vou postar sobre ombros largos, quadris largos, baixinhas...

:**

2 comentários:

Jackeline Moffatt disse...

Parabéns ficou muito bom!
Pareceu até o casal do Esquadrão da Moda, eles sempre falam coisas do tipo. Vale ver e ir pegando essas dicas!

Bjs
_____________________________
http://aspirantepormoda.blogspot.com/

Luana Lumertz disse...

gostei das dicas, mas detestei o modo como tu postou, fica chato de ler assim, parece meio desorganizado.
beijos
adorei o blog

Postar um comentário